O que fazer quando a filha menstrua pela primeira vez?

As mães já estão habituadas aos ciclos menstruais, conhecem o próprio corpo e…

As mães já estão habituadas aos ciclos menstruais, conhecem o próprio corpo e sabem as diversas alternativas de absorventes. Um assunto trivial que é um mundo totalmente novo para a filha que acaba de entrar na puberdade. Na transição entre a infância e a adolescência, uma série de mudanças no corpo e na mente podem acabar confundindo a rotina das meninas, tão desacostumadas com todas essas sensações. Vem a primeira menstruação e muitas mães ficam perdidas: como passar por essa fase de um jeito leve?

Ensine que é um processo natural

O começo da menstruação é um marco na transformação das meninas. Se os ciclos menstruais são parte essencial da natureza feminina, é preciso, em primeiro lugar, não os demonizá-los. Historicamente, o período menstrual sempre foi associado à impureza, se transformando em um tabu que faz muitas mulheres terem nojo da própria menstruação sempre que ela se aproxima. Que tal deixar um legado de aceitação para as próximas gerações? Esse autoconhecimento facilita tudo, inclusive o autocuidado com a saúde!

Oriente sobre os ciclos e como funcionam

Ciclos regulares, TPM, ovulação… Cada mulher sabe bem como cada semana do ciclo menstrual impacta na rotina. Ensine sobre essas variações, dê dicas sobre como passar pela tensão pré-menstrual sem grandes estresses, tudo isso partindo da própria experiência. Esse é um momento que as meninas tendem a se conectar ainda mais às mães, por sentirem essa necessidade de entendimento feminino. O ideal é não pressionar nem tornar a situação um espetáculo: agir naturalmente é sempre o melhor caminho.

Amenize as comparações e tire as dúvidas

Num ciclo social de convívio diário é normal que as meninas se sintam mais à vontade para falarem sobre seus corpos, especialmente na escola. Assim, é comum haver comparações como “Minha amiga já virou moça e eu não…”, mas isso gera dúvidas e angústias. Explique que cada menina se desenvolve no seu próprio tempo e que não há certo ou errado. Aproveite para explicar que não dói, não sai muito sangue e que na maioria das vezes é só uma semana normal do dia a dia e que dá para continuar fazendo tudo, inclusive esportes.

Quando possível, visitem juntas um ginecologista

Nessa consulta, é preciso respeitar limites e entender o que ela prefere. Cada menina reage de um jeito: algumas ficam muito tristes e desanimadas, outras apenas sentem medo e tem uma parcela que ainda se empolga bastante com a possibilidade de ser mais parecida com a mãe. Seja qual for o caso, converse sobre a necessidade ou não de entrarem juntas no consultório. Algumas meninas se sentem mais à vontade quando a mãe faz as perguntas aos médicos, enquanto outras ficam menos tímidas falando por si só, sem a mãe por perto.

Em resumo: leve essa fase sem alardes (nada de ficar contando por aí que “minha filha virou mocinha!”). Apenas a parabenize e demonstre sua felicidade por ela estar saudável e crescendo. A menstruação é algo natural e fisiológico, como qualquer outra função do nosso corpo, e trazer essa naturalidade desde a menarca será ótimo para o futuro da sua menina!

0 comentário em “O que fazer quando a filha menstrua pela primeira vez?Adicione um comentário →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.